Chicotada já! Brito para a rua!
Sábado, 13 DE Março 2010

SP. BRAGA - RIO AVE
Estádio Axa, Braga
Hora: 19:15
Árbitro: Jorge Sousa ( Porto )

 

SP. BRAGA1
Posição N.º Nome
GR 1 Eduardo
D 27 Filipe Oliveira
D 5 Moisés (cap)
D 4 André Leone 54'
D 6 Evaldo
M 23 Andrés Madrid 16'
M 45 Hugo Viana
M 8 Mossoró
A 30 Alan
A 18 Rentería 67'
A 99 Matheus 85'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 31 Kieszek
D 2 Rodríguez 54'
D 15 Miguel Garcia
A 11 Diogo Valente
M 22 Rafael Bastos
M 10 Luís Aguiar 67'
A 19 Meyong 85', 90'+4
Treinador : Domingos Paciência
0RIO AVE
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes 37', 55'
D 2 Gaspar (cap)
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio 85'
M 10 Vítor Gomes
M 30 Wires
M 83 Tarantini
A 77 Bruno Gama
A 11 Fogaça 77'
A 19 Sidnei 55'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
M 3 Ricardo Chaves
M 17 Adriano
A 4 Evandro
A 21 Nélson Oliveira 55'
A 99 Bruno Moraes 77'
A 15 Chidi 55'
Treinador: Carlos Brito

 

 

«O Sp. Braga é uma equipa que cria sempre dificuldades. Fizemos um bom jogo, mas por alguma razão o Sp. Braga luta pelo título. Isso faz toda a diferença». Foi desta forma que Carlos Brito assumiu, esta noite, a naturalidade da derrota sofrida frente aos guerreiros do Minho.

O treinador do Rio Ave disse que «a equipa jogou de forma personalizada» e destacou que «mesmo sem grandes oportunidades» os seus jogadores conseguiram uma «segunda-parte de grande intensidade».

Carlos Brito explicou a derrota dizendo que «o Sp. Braga fez a diferença no último terço do terreno» e deu «os parabéns» a todos os seus jogadores. Para o técnico do Rio Ave, os seus pupilos «defenderam bem a camisola que representam».

 

 

As palavras do nosso mister dizem tudo!

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

publicado por José Nasazzi às 22:46
tags:
Sábado, 06 DE Março 2010

RIO AVE - NAVAL
Estádio dos Arcos, Vila do Conde
Hora: 19.00
Árbitro: Marco Ferreira ( Madeira )

 

RIO AVE0
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes 29', 58'
D 2 Gaspar
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio 71'
M 14 André Vilas Boas 66'
M 30 Wires
M 10 Vítor Gomes
A 77 Bruno Gama
A 15 Chidi 67'
A 11 Fogaça 44', 77'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
A 12 Filipe Alberto 67'
A 4 Evandro
M 3 Ricardo Chaves
A 99 Bruno Moraes
M 83 Tarantini 58'
A 21 Nélson Oliveira 77'
Treinador : Carlos Brito
0NAVAL
Posição N.º Nome
GR 16 Peiser
D 26 Gomis
D 4 Diego Ângelo
D 6 Daniel Cruz 75'
M 5 Bruno Lazaroni (cap)
A 11 Bolívia 83'
M 15 Alex Hauw 80'
A 28 Fábio Júnior 79'
M 45 Camora
A 77 Marinho 90'
D 7 Carlitos
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 1 Jorge Baptista
D 20 Adriano
D 13 João Real
A 9 Michel Simplício 79'
A 39 Kerrouche 90'
M 10 Davide 83'
M 30 Giuliano
Treinador: Augusto Inácio

 

 

 

Já cá faltava um empate...Já tinha saudades deles...

 

Apenas tive a oportunidade de ver a segunda parte e que tristeza... Tão mau futebol, tanta apatia...

 

O que eu vi na segunda parte foi pouquíssimo, uns dois ou três lances de bolas paradas e mais um remate do Vitor Gomes... Ah e uma defesa do Carlos!

 

Sinceramente não tenho muito mais a dizer, estou muito desiludido com a nossa equipa. Assim não vale a pena sair de casa para ir à bola! É que quando nos pedem para atacar, simplesmente não sabemos!

 

Individualmente destaco Vitor Gomes e Gama e já agora o Carlos.

 

 

Estrela

 

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 23:58
tags:
Segunda-feira, 01 DE Março 2010

Liga Sagres (21.ª jornada) ACADÉMICA - RIO AVE
Estádio Cidade de Coimbra, Coimbra
Hora: 16 horas
Árbitro: Luís Catita ( Évora )

 

ACADÉMICA0
Posição N.º Nome
GR 12 Ricardo
D 30 Pedro Costa 34'
D 5 Markus Berger 79'
D 15 Orlando (cap)
D 22 Emídio Rafael 73'
M 66 Nuno Coelho
M 17 Cris 86'
M 85 Diogo Gomes
A 18 Sougou
A 25 João Ribeiro
A 27 Vouho
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 1 Rui Nereu
D 19 Pedrinho 34'
D 4 Luiz Nunes
M 8 Paulo Sérgio 79'
M 20 André Fontes
A 32 Bibishkov
A 11 Lito
Treinador : André Villas-Boas
1RIO AVE
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes
D 2 Gaspar
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio
M 14 André Vilas Boas (cap) 48'
M 30 Wires 38'
A 15 Chidi 84'
M 10 Vítor Gomes 81'
A 77 Bruno Gama
A 21 Nélson Oliveira 56', 68'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
M 3 Ricardo Chaves
A 11 Fogaça 68', 73'
A 12 Filipe Alberto 84'
M 17 Adriano
M 83 Tarantini 81'
A 99 Bruno Moraes
Treinador: Carlos Brito

 

 

Grande resultado! Confesso que não estava à espera desta vitória, mas no último Domingo o Rio Ave esteve ao seu melhor nível e conseguiu fazer aquilo que fez com que tivesse alcançado a 9 jornadas do fim a manutenção: o organização defensiva.

 

Não me desloquei a Coimbra, mas por aquilo que li, o Rio Ave não deu grande hipóteses à Académica para chegar à nossa área e quando chegou, Carlos foi intransponível!

 

Tenho de salientar aqui as declarações do nosso treinador no final da partida, tanto azedume porquê?

 

"Este era um jogo extremamente importante para nós, porque vínhamos de uma derrota que custou muito a digerir. Assistimos a um bom jogo, em que torneámos as dificuldades, perante uma equipa bem organizada", revelou.

 

O técnico criticou aqueles que antes do encontro davam o Rio Ave como perdedor, justificando que os seus jogadores "não são filhos de um Deus menor".

"Já se falava em catástrofe pelo Rio Ave ter perdido em casa, algo um pouco injusto para os meus jogadores. Penso que a vitória foi justa"

 

Estranhas declarações, ele lá saberá o que quer dizer e para quem o quer dizer...

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 22:40
tags:
Domingo, 21 DE Fevereiro 2010

RIO AVE - P. FERREIRA
Estádio dos Arcos, Vila do Conde
Hora: 16 horas
Árbitro: João Capela ( Lisboa )

 

RIO AVE1
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes 42'
D 23 Fábio Faria 44', 53'
D 2 Gaspar
D 25 Sílvio
M 14 André Vilas Boas (cap)
M 30 Wires 1',
M 10 Vítor Gomes
A 77 Bruno Gama
A 15 Chidi 65'
A 21 Nélson Oliveira 71'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
D 5 Jeferson
M 3 Ricardo Chaves
M 83 Tarantini 71'
A 99 Bruno Moraes
A 19 Sidnei 65', 74'
A 7 Wesllem
Treinador : Carlos Brito
2P. FERREIRA
Posição N.º Nome
GR 84 Coelho 87'
D 15 Baiano 47'
D 19 Ricardo 60'
D 5 Ozéia
D 4 Danielson
M 96 Filipe Anunciação (cap)
M 16 Leonel Olímpio
M 30 Bruno 56'
A 31 Pizzi 70'
M 7 Maykon 90'
A 9 William g.p. 44'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 1 Cássio
D 17 Kelly 90'
M 25 Fábio Pacheco
M 88 Livramento 56'
A 32 Candeias 70'
A 20 Romeu Torres
D 81 Manuel José
Treinador: Ulisses Morais

 

 

 

Hoje não tenho muita vontade de escrever, deve perceber-se porquê…

Perdemos mais uma vez em casa, mas não vou culpar jogadores nem treinadores. Futebol é assim mesmo, não existem muitas explicações plausíveis para explicar o porquê da derrota de hoje. Não foi um mau jogo do Rio Ave (já vi bem piores esta época em casa…) nem foi dos melhores jogos da época, mas falta alguma coisa à equipa. Será motivação? Eu hoje não vou entrar por aí, como disse já vi jogos esta época onde a nossa equipa parecia estar a “morrer” dentro do campo. Hoje acho que faltou João Tomás lá na frente de ataque, foi o primeiro jogo que dei pela falta de João Tomás…

 

Também não vou crucificar a defesa por estar a sofrer mais golos do que habitualmente, apesar de Sílvio ter feito um péssimo jogo, valeu Faria estar sempre atento ao seu colega e fazer as devidas dobras. Vilas Boas na minha opinião esteve muito bem, para além de ter feito o seu trabalho defensivo, conseguiu esticar o seu jogo e chegou a fazer um excelente remate à baliza do Paços, valeu ao Paços a grande defesa do seu guarda-redes. O ataque esteve desinspirado, como disse senti pela primeira vez a falta de João Tomás, Chidi depois de algumas exibições positivas voltou a desesperar os adeptos rioavistas com um péssimo jogo, enquanto Gama esteve abaixo do normal. Nélson Oliveira fez uma exibição positiva, muito lutador e a mostrar credenciais de finalizador, fez alguns remates à baliza do Paços e esteve interventivo no jogo.

 

O nosso treinador mexeu cedo na equipa, tentou virar o jogo e dar sinais à equipa que queria outro resultado, mas as suas mexidas não deram frutos.

 

Não vamos fazer deste resultado negativo o fim do mundo!

 

 

Estrela

 

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 23:27
tags:
Domingo, 14 DE Fevereiro 2010

LIga Sagres (19.ª jornada)

NACIONAL - RIO AVE
Estádio da Madeira, Funchal
Hora: 16 horas
Árbitro: Hugo Pacheco ( Porto )


NACIONAL1
Posição N.º Nome
GR 1 Rafael Bracalli
D 2 Patacas (cap) 90'+2
D 34 Alex
D 4 Halliche 26'
A 23 João Aurélio
M 6 Cléber
M 30 Leandro Salino
M 8 Luís Alberto
M 10 Pecnik 44'
A 99 Oldoni 55', 62'
A 18 Anselmo 46'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 12 Douglas
D 33 Tomasevic 26'
M 88 Juliano 46'
A 20 Abdou
A 17 Edgar Costa
A 29 Rodrigo Silva 62'
A 9 Edgar Silva
Treinador : Manuel Machado
1RIO AVE
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes 88'
D 2 Gaspar (cap)
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio 42'
M 30 Wires 60', 87'
M 10 Vítor Gomes 89'
M 83 Tarantini
A 77 Bruno Gama 48'
A 15 Chidi 64'
A 21 Nélson Oliveira 75'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
D 5 Jeferson
M 3 Ricardo Chaves
M 17 Adriano 87'
A 4 Evandro
A 19 Sidnei 64'
A 99 Bruno Moraes 75'
Treinador: Carlos Brito

 

 

 

Ao que parece o Rio Ave teve mais um empate amargo. A haver um vencedor seria o Rio Ave pelas melhores ocasiões de golo durante a partida.

 

Perante um adversário que apostou forte para ficar nos cinco primeiros lugares da tabela o Rio Ave não se intimidou e jogou de igual para igual. Infelizmente não conseguimos trazer da Madeira um resultado melhor.

 

Nélson Oliveira foi titular e Brito teceu fortes elogios no final da partida à sua personalidade, antevendo-lhe um grande futuro. Bruno Moraes estreou-se com a camisola verde branca e quase da melhor maneira... Wires foi o trinco da equipa na ausência de Vilas Boas e parece ter voltado à boa forma rubricando também ele uma boa exibição. Bruno Gama diz a crítica que foi o quebra-cabeças da defesa do Nacional e que apenas faltou o golo para premiar uma excelente exibição.

 

Com este empate o Rio Ave soma 24 pontos  e com uma vitória na próxima jornada garante praticamente a manutenção. Está a ser uma grande época para o Rio Ave em todas as frentes, e nem a saída de João Tomás faz parar a equipa do Rio Ave. Os novos reforços estão a adaptar-se aos poucos e os próximos jogos do Rio Ave só podem dar-nos alegrias. Nem Vilas Boas que tem sido o pilar da equipa fez falta hoje. O Rio Ave tem equipa e soluções suficientes para continuar a fazer uma época de sonho!

 

Parabéns à equipa técnica e aos jogadores por honrarem a nossa equipa e a mossa cidade por este país fora!

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

publicado por José Nasazzi às 22:21
tags:
Domingo, 07 DE Fevereiro 2010

RIO AVE - LEIXÕES
Estádio dos Arcos, Vila do Conde
Hora: 16 horas
Árbitro: Artur Soares Dias ( Porto )

 

RIO AVE2
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos
D 18 Zé Gomes
D 2 Gaspar (cap)
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio 66'
M 14 André Vilas Boas 25', 27'
M 10 Vítor Gomes
M 83 Tarantini 40'
A 77 Bruno Gama 70', 80'
A 19 Sidnei 59'
A 15 Chidi
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
M 3 Ricardo Chaves
M 16 Tiago Terroso
M 17 Adriano 27'
A 4 Evandro
A 7 Wesllem 59'
A 21 Nélson Oliveira
Treinador : Carlos Brito
0LEIXÕES
Posição N.º Nome
GR 25 Diego
M 28 Jean Sony
D 27 Nuno Silva (cap)
D 33 Fernando Cardozo
D 20 Nélson
M 16 Fernando Alexandre
M 23 Pedro Seabra 68'
M 10 Fábio Espinho 69'
M 7 Hugo Morais 80'
A 9 Braga 49', 55'
A 15 Pouga
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 1 Berger
D 30 Trombetta
M 19 Paulo Tavares
A 8 Zé Manuel 55'
A 26 Léo
A 21 Tiago Cintra 80'
A 80 João Paulo 69'
Treinador: José Mota

 

 

Mais um jogo fraquinho no nosso estádio, mas desta vez havia a desculpa do cansaço e o mais importante foi conseguido: os 3 pontos!

 

Na primeira parte existe muito pouco a dizer, o Leixões galvanizado pelo apoio do seu público entrou melhor e criou uma oportunidade para abrir o marcador pouco passava da meia hora. A partir daqui o Rio Ave cresceu no jogo e tomou as rédeas da partida, tendo mesmo desperdiçado uma boa ocasião para marcar por intermédio de Tarantini que mais uma vez não conseguiu marcar, este jogador é um caso curioso já que posiciona-se muito bem no campo, chega bem nas zonas de finalização, mas não consegue concretizar em golos as oportunidades que tem…

 

Com o intervalo fez-se luz no balneário rioavista! Os jogadores entraram com mais atitude e ambição na partida, estavam determinados em ganhar o jogo. E logo chegamos ao golo, que foi invalidado devido a um toque de Adriano (egoísta…) na bola quando esta já se encaminhava para a baliza (Adriano estava em fora de jogo). Mas este momento não influenciou a equipa do Rio Ave que continuou em busca do golo, e com naturalidade surgiu por intermédio de Gama numa excelente execução técnica num livre directo. Com este golo o Leixões tentou reagir, mas a organização defensiva do Rio Ave não dava grandes veleidades ao ataque leixonense e foi novamente Gama após excelente tabela com Chidi que matou a partida!

 

Carlos Brito mexeu bem na equipa e não inventou. Nélson Oliveira estreou-se com a camisola do Rio Ave e eu fiquei bastante contente por ter a oportunidade de ver a estreia desta jovem promessa. Gama foi sem dúvida o melhor em campo e afirma-se como referência do Rio Ave no ataque depois da saída de João Tomás, marcou o golo 500 pelo Rio Ave e na linha daquilo que tenho dito nos últimos tempos, é o único jogador que desequilibra na nossa equipa. Seria difícil imaginar o Rio Ave sem Gama…

 

Já tinha saudades de festejar um triunfo em casa! Com esta vitória voltamos a aproximar dos lugares europeus e na próxima semana vamos jogar na Choupana num jogo que tem de ser considerado como um jogo pelos “lugares europeus”. Força Rio Ave!

 

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

Tenho de dar os parabéns a Carlos Brito pelas declarações no final do encontro! Já não é a primeira vez que Brito responde à letra aos treinadores adversários e eu acho muito bem!

 

publicado por José Nasazzi às 21:46
tags:
Quinta-feira, 04 DE Fevereiro 2010

A atitude que eu queria ter visto em Setúbal e em muitos outros jogos da liga esteve presente ontem em Braga.

 

Quando é preciso ganhar e os jogadores querem muito um resultado, ele acontece. Mas isto só é possível graças à qualidade do nosso plantel.

 

E se enfrentássemos todos os jogos da liga com esta atitude? E se jogássemos sempre para ganhar?

 

Foi um bom jogo do Rio Ave e a passagem às meias finais acabou por ser merecida. Fiquei impressionado com o rendimento de vários jogadores que não têm sido ultilizados ou que jogaram em posições diferentes das habituais. Há que dar os parabéns ao Carlos Brito e seus adjuntos, nomeadamente ao Francisco Costa pela frescura física da equipa.

 

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 14:32
tags:
Domingo, 31 DE Janeiro 2010

V. SETÚBAL - RIO AVE
Estádio do Bonfim, Setúbal
Hora: 16 horas
Árbitro: André Gralha ( Santarém )

 

V. SETÚBAL2
Posição N.º Nome
GR 24 Mário Felgueiras
D 68 Ney 75' , 88', 88'
D 22 André Pinto 67' , 73'
D 26 Zarabi
M 3 Ruben Lima
M 6 Sandro (cap) 25', 45'
M 14 Djikiné
null 79 Neca 81'
M 5 Kazmierczak g.p. 2'
A 10 Hélder Barbosa 66'
A 99 Keita 90'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 17 Nuno Santos
D 33 Ricardo Silva
D 30 Ivo Pinto
D 4 Zoro 90'
M 8 Paulo Regula
A 23 Luís Carlos 45'
A 91 Henrique 66'
Treinador : Manuel Fernandes
2RIO AVE
Posição N.º Nome
GR 13 Carlos 2'
D 18 Zé Gomes
D 2 Gaspar 86'
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio 25'
M 14 André Vilas Boas (cap) 51'
M 3 Ricardo Chaves 78'
M 83 Tarantini 45'
A 77 Bruno Gama
A 7 Wesllem 2'
A 15 Chidi 45', 74'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 74 Mora 2'
D 5 Jeferson
M 17 Adriano 78', 87'
M 30 Wires 45', 84'
A 4 Evandro
A 19 Sidnei
A 21 Nélson Oliveira
Treinador: Carlos Brito

 

 

O Rio Ave voltou a deixar “água na boca” dos adeptos rioavistas. Quantos empates já não tiveram sabor a derrota? Quantos pontos deixamos nós pelo caminho? Estas são perguntas que a equipa técnica do Rio Ave vai ter de reflectir para a próxima época. Jogar para o pontinho ou ser mais ambiciosa? O plantel do Rio Ave é claramente superior à maioria das equipas do campeonato, é bem orientado mas eu acho que falta um pouco de ambição… Carlos Brito ainda vai fazendo experiências nesta fase da época, colocou um meio campo apenas de destruição e na frente de ataque jogadores para correr. Gama é um oásis no ataque do Rio Ave e não tem mais ninguém que o ajude nas tarefas ofensivas. A opção de colocar Wesllem e Chidi a titulares deixaram-me apreensivo, mas felizmente nem tudo correu mal.

 

O Rio Ave entrou basicamente a perder e com menos um jogador na partida, mas manteve sempre a sua forma de actuar e beneficiou da apatia da equipa setubalense. Aos poucos o Rio Ave foi subindo no terreno e Gama esteve mais uma vez particularmente bem no jogo, e ao finalizar a 1ª parte depois de um livre de Faria, Chidi faz o golo do empate. Foi uma 1ª parte fraquinha sem grandes ocasiões de golo e onde o Rio Ave soube manter-se em jogo e com este golo enervar a equipa visitada.

 

Na segunda parte o Rio Ave sentiu dificuldades naturais e esperadas. O Setúbal começou mais forte e rematou bastante, para nossa sorte a pontaria dos jogadores sadinos não era a melhor e Mora praticamente não teve uma defesa difícil para fazer. Depois de um ataque rápido do Rio Ave, um defesa setubalense meteu a mão na bola dentro da área e foi expulso. Wires falhou o penalty, mas estava lá o instinto matador de Chidi a bisar na partida! O Rio Ave estava em vantagem no marcador e agora com o mesmo número de jogadores em campo, a vitória parecia estar perto… Mas uma vez deixamo-nos surpreender num livre directo superiormente marcado por Neca. Depois até ao final da partida sofremos um pouco, o Setúbal estava motivado e o público correspondia, cheguei a temer o pior, mas até podíamos ter voltado à vantagem no marcador. Fábio Faria quase marcava de livre directo! Parabéns ao Fábio por apetrechar o seu reportório técnico, livres em força e colocados!

 

Não posso dizer que foi um mau espectáculo de futebol até porque houve 4 golos (de bola parada) e a emoção esteve presente até ao fim. Na primeira parte devido às circunstâncias o jogo foi fraco, muito parado. Mas depois do empate do Rio Ave as coisas mudaram e a incerteza do resultado fez com que se assistisse a um bom espectáculo de futebol.

 

Fábio Faria e Gama foram os melhores do Rio Ave. Sem esquecer o homem do jogo Chidi.O Chidi presente no Bonfim não foi muito diferente daquele de outros jogos, mas os dois golos devem ser levados em conta. Se fosse João Tomás a marcar estes dois golos dizia-se que era fantástico o sentido oportunista e o faro de golo do ponta de lança, por isso desta vez não se deve dizer que foi sorte. Há que dar mérito ao Chidi!

 

 (maisfutebol)

Quanto ao treinador também há que dar mérito pelo resultado olhando às circunstâncias do jogo, começar o jogo a perder e com menos um elemento… No entanto não posso ser hipócrita e dizer que concordei com o 11 inicial, acho que mais uma vez Brito excedeu-se nas mudanças… Sidnei e Wires estão em má forma? Psicologicamente em baixo? O trabalho da equipa técnica é gerir o estado dos jogadores física e psicologicamente, e estes dois jogadores não sei porquê, estão em decadência…

 

20 pontos conquistados, a manutenção está perto!

 

Carlos está fora do jogo de Braga, Vitor Gomes de regresso.

 

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

publicado por José Nasazzi às 23:16
tags:
Segunda-feira, 25 DE Janeiro 2010

RIO AVE - BENFICA
Estádio dos Arcos, Vila do Conde
Hora: 20:15
Árbitro: Cosme Machado ( Braga )

 

RIO AVE1
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
D 18 Zé Gomes 67'
D 2 Gaspar
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio
M 14 André Vilas Boas (cap) 90'+4
M 10 Vítor Gomes 69'
M 17 Adriano
M 83 Tarantini
A 77 Bruno Gama g.p. 54'
A 15 Chidi
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 1 Pedro Trigueira
D 5 Jeferson
M 3 Ricardo Chaves
M 30 Wires 69'
A 4 Evandro
A 19 Sidnei
A 7 Wesllem
Treinador : Carlos Brito
2BENFICA
Posição N.º Nome
GR 1 Moreira
D 14 Maxi Pereira
D 4 Luisão (cap)
D 23 David Luiz 53'
M 18 Fábio Coentrão 56'
M 6 Javi García
M 17 Carlos Martins 49', 90'+3
M 20 Di María 76'
M 10 Aimar 64'
A 30 Saviola 78'
A 7 Cardozo 90'+3
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 12 Quim
D 28 Miguel Vítor
M 5 Ruben Amorim
M 8 Ramires 78'
A 32 Éder Luís 90'+3
A 21 Nuno Gomes
A 31 Alan Kardec 64'
Treinador: Jorge Jesus

 

 

Realmente é muito difícil jogar contra este Benfica. Obviamente que Carlos Brito se veio queixar do cansaço, mas a diferença entre as duas equipas foi enorme…

 

O nosso treinador hoje decidiu inventar, não bastava o cansaço e a falta de João Tomás… Porque razão é que depois de meia época a jogar num sistema, defronta-se uma grande equipa num jogo importante e decisivo e baralha-se as cabeças dos nossos jogadores? Não posso concordar com a opção do nosso mister! 4*4*2 em losango no meio campo, foi insuficiente para criar perigo na baliza contrária e evitar o perigo na nossa baliza!

 

Em relação ao jogo, não tenho muito a dizer. O Benfica dominou quase por completo o encontro. Na primeira parte não chegamos com perigo à baliza do Benfica, nem chegamos lá perto, à excepção dos primeiros 3|4 minutos… Limitamo-nos a jogar encolhidos no nosso meio campo e a ver o Benfica trocar a bola. Foi muito pouco futebol da nossa parte, acho que fomos pouco audazes nas saídas para o ataque e nem vou usar a desculpa de que João Tomás não jogou, porque simplesmente a bola não chegava à frente… O Benfica criava situações perigosas de finalização, mas não finalizava… O nosso guarda redes não teve apesar de tudo de efectuar nenhuma defesa, e apenas esteve em destaque pela negativa quando deu um golo ao Cardozo que felizmente hoje não estava para finalizar…

 

Na segunda parte o Benfica entrou e marcou como tinha acontecido no outro jogo. Mas poucos minutos depois o Rio Ave vai empatar por Gama na transformação de um penalty muito duvidoso (é incrível o número de penaltys que o Rio Ave teve nestes 3 jogos da taça da liga!). E foi depois deste lance que o Benfica esteve menos consistente e onde o Rio Ave subiu um pouco mais no terreno e pressionou a defesa benfiquista, mas também foi pouco tempo já que o Benfica precisava de uma vitória para passar e Jesus não dormia no banco do Benfica, colocou dois pontas de lança e naturalmente chegou ao golo da vitória. Golo esse que podia ter sido marcado mais cedo dado o balanço ofensivo encarnado. Chidi teve uma óptima ocasião para marcar na segunda parte,  no único lance de golo que o Rio Ave teve em toda a partida (excluindo o lance do penalty), mas Moreira fez uma bela defesa.

 

No Rio Ave destaco sem dúvida Gama, que foi o único jogador a construir futebol no Rio Ave. Destruir é fácil agora construir já é outra história. Outra nota positiva para os sócios do Rio Ave que marcaram presença no estádio e que não deixaram de gritar pelo nosso clube mesmo que esses gritos fossem abafados pelos adeptos benfiquistas que mais uma vez marcaram presença em peso no estádio do Rio Ave, inclusivamente na bancada que se diz ser dos sócios rioavistas…

 


Estrela

 

 

 

 

Carlos Brito

 

 

publicado por José Nasazzi às 00:10
tags:
Quarta-feira, 20 DE Janeiro 2010

RIO AVE - V. GUIMARÃES
Estádio dos Arcos, Vila do Conde
Hora: 19 horas
Árbitro: Pedro Henriques ( Lisboa )

 

RIO AVE2
Posição N.º Nome
GR 74 Mora
D 32 Magno
D 2 Gaspar
D 23 Fábio Faria
D 25 Sílvio
M 14 André Vilas Boas (cap) 120'
M 17 Adriano 17', 87'
M 83 Tarantini
A 77 Bruno Gama 81'
A 19 Sidnei 68'
A 15 Chidi 37'
Suplentes:
Posição N.º Nome
GR 1 Pedro Trigueira
D 5 Jeferson
M 3 Ricardo Chaves
M 30 Wires 120'
M 10 Vítor Gomes 87'
A 7 Wesllem 68'
A 4 Evandro
Treinador : Carlos Brito
2V. GUIMARÃES
Posição N.º Nome
GR 1 Nilson
D 31 Andrezinho
D 18 Moreno 115'
D 5 Valdomiro
D 4 Sereno 111'
M 26 Flávio Meireles (cap) 46'
M 27 Custódio
M 10 Nuno Assis
M 20 Desmarets 57'
A 9 Roberto 15', 106'
A 8 Targino 84'
Suplentes :
Posição N.º Nome
GR 52 Serginho
D 34 Leandro
D 79 Alex 111', 114'
M 80 João Alves
M 81 Fábio Felício
M 13 Jorge Gonçalves 106'
A 99 Douglas 46'
Treinador: Paulo Sérgio

 

 

Mas que grande jogo de Taça!

 

São estes jogos que fazem do futebol o maior espectáculo do mundo! Um jogo intenso, emotivo, com duas equipas a jogarem para a vitória! É por isto que eu acho os jogos da Taça únicos, se no campeonato as equipas muitas vezes jogam para o empate, nos jogos da Taça isso não acontece e o espectáculo torna-se muito mais atractivo!

 

Carlos Brito optou por dar confiança a jogadores que eu sinceramente não daria, mas saiu-se bem. Mora, Magno, Sdnei e Chidi eram jogadores que eu não colocaria a titulares hoje. Chidi em consequência da má disposição de João Tomás era lógico que jogasse, mas os outros eu não concordava antes do jogo começar, já que depois do jogo começar alguns deles provaram que mereciam a titularidade!

 

Na primeira parte o Rio Ave foi superior ao Guimarães e merecia totalmente a vantagem ao intervalo. Os nossos jogadores entraram bem na partida, a pressionar o adversário e a atacar em velocidade. Quem diria que o Rio Ave tem tido pouquíssimos dias para descansar e preparar as partidas. Apesar de algumas baixas na equipa titular, como por exemplo João Tomás. Adriano marcou ao minuto 15 na recarga ao seu penalty falhado.

Na segunda parte o Guimarães foi à procura do empate e através de um livre conseguiu o empate. A nossa barreira esteve muito mal neste lance, diga-se... O jogo foi em crescendo até ao fim! Com ambas as equipas a lutar e a jogar sem receios, gostei de ver! Seria impossível eu estar agora aqui a relatar todas as incidências deste jogo,porque foram muitas e recheadas de emoção!

 

Foi pena a nossa massa adepta não ter estado em peso no estádio, ao contrário do Guimarães que mais uma vez trouxe muita gente a Vila do Conde.

 

O árbitro Pedro Henriques não sei se esteve mal ou bem, o que sei é que com ele o jogo torna-se mais emotivo! Ele marca faltas seja dentro ou fora da área ,é coerente nos critérios.

 

Quem esteve muito mal foi o treinador da equipa do Guimarães, que arrogância e mau perder! Eu até gostava deste treinador, mas agora perdi todo o respeito por ele.

 

Em relação aos nossos jogadores tenho de dizer que Chidi é (muito) mau em relação a João Tomás no centro do terreno. É verdade que é lutador e que até faz umas assitências, mas fartou-se de dar caneladas nos adversários e resolve muito mal alguns lances perigosos. O melhor foi claramente Gama, não só pelo golo, mas por aquilo que correu e que fez jogar. Está em grande forma!

Outros destaques para Magno e Vilas Boas.

 

Mora acabou por ser o herói do jogo e eu sou um grande admirador dele dentro e fora de campo. Mas tenho de dizer que não é guarda redes para o Rio Ave, pelo menos para a titularidade. Não dá segurança à defesa, é muito mau nas bolas paradas e nos lances aéreos. Trigueira deve ser muito mau para não merecer a confiança do nosso treinador... Mas quero dar os parabéns ao Mora pelos penaltys defendidos! Obrigado Mora!

 

Quartos de final estão aí...ESPECTÁCULO! Para o sorteio só quero é jogar em casa, venha quem vier!

 

Estrela

 

 

 

Carlos Brito

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 22:34
tags:
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
últ. comentários
Este blog obsessivo-compulsivo com disturbio tripo...
Mudaste de nome porquê...? para nos tentar enganar...
Não aprenderam nada. Infelizmente.
Ó Nasazzi, tu tens 3 personalidades, homem? Devias...
Acaba é com o blogue e faz um novo! E sai do anoni...
Mudança de linha editorial?Espera-se mais a...
É tudo uma questão de doença.Uns param os comentár...
Vá lá, já é tempo de comentar as últimas do Rio Av...
Nao responde porque está entaldo, queria que o RA ...
O Rio Ave ganha, há uma Assembleia Geral e este ga...
Posts mais comentados
blogs SAPO