Chicotada já! Brito para a rua!
Terça-feira, 19 DE Janeiro 2010

Num momento em que temos um jogador nosso na CAN, não posso deixar de pensar no potencial que os jogadores africanos possuem. E as equipas de média dimensão em Portugal não estão a tirar o melhor proveito desse mesmo potencial.

 

Falo dos países de língua portuguesa, nomeadamente Angola, Moçambique e Cabo Verde. Não era bem pensado entrar nestes mercados? Enviar duas pessoas durante um mês em prospecção nestes países, recolher dados, fazer relatórios sobre jogadores, etc. Porque razão tem de ser sempre o Brasil?

 

Veja-se o caso da União de Leiria que através do seu ex-treinador conseguiu trazer para cá 3/4 jogadores do Burkina Faso, de qualidade e que eram completamente desconhecidos na Europa. Não me parece que tivesse ficado um negócio caro, aliás se olhar-mos ao orçamento da União de Leiria e o comparar-mos ao do Rio Ave...

 

Agora o problema é que neste momento temos um pacto com 1/2 empresários que têm a função de trazer para cá jogadores que lhes apetece. E isso inviabiliza este tipo de estratégia., eu sei disso.

 

Do meu ponto de vista deve-se repensar estratégias...

 

 

 

publicado por José Nasazzi às 14:35
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
últ. comentários
Este blog obsessivo-compulsivo com disturbio tripo...
Mudaste de nome porquê...? para nos tentar enganar...
Não aprenderam nada. Infelizmente.
Ó Nasazzi, tu tens 3 personalidades, homem? Devias...
Acaba é com o blogue e faz um novo! E sai do anoni...
Mudança de linha editorial?Espera-se mais a...
É tudo uma questão de doença.Uns param os comentár...
Vá lá, já é tempo de comentar as últimas do Rio Av...
Nao responde porque está entaldo, queria que o RA ...
O Rio Ave ganha, há uma Assembleia Geral e este ga...
blogs SAPO